CF Felippe Cardoso

Av. Nossa Senhora da Penha, 42 - Penha - Rio de Janeiro - RJ | CEP: 21070-390
☎ Telefone: (21) 3977-7661 / (21) 98464-0393
Funcionamento: Segunda-feira a Sexta-feira das 07h às 19h - Sábado das 08h às 12h
Gerente: Janaina Balmant | CNES 6664075 - ESF: 13 | ESB: 06

COMO CHEGAR FALE CONOSCO

Serviços e Metas

Acolhimento

Orientações sobre o nosso atendimento.

Saiba Mais

Nossas Metas

Ações em prol de assegurar a saúde com qualidade.

Saiba Mais

Multimídia

Acesso ao conteúdo audiovisual da unidade.

Saiba Mais

Nossa Equipe

Nossos profissionais e território de atuação

Saiba Mais

Postagens Recentes

terça-feira, 27 de novembro de 2012

MOVIMENTO CARIOCA POR UMA CIDADE MAIS SAUDÁVEL

MOVIMENTO CARIOCA POR UMA CIDADE MAIS SAUDÁVEL

Andar de bicicleta beneficia o sistema cardiovascular e respiratório, disto ninguém tem dúvida. Entretanto é bom lembrar os outros ganhos com este tipo de exercício: o uso da bicicleta para movimentar o corpo trabalha toda a musculatura inferior do corpo”, explica Giulliano Esperança, personal trainer e wellness manager.
“Mas ao contrário da corrida onde há o impacto no solo”, completa o especialista, “o ciclista acaba mais protegido quanto aos possíveis problemas que possam comprometer sua estrutura músculo-esquelética. O trabalho de força utilizado e os movimentos mecânicos usados para movimentar a bicicleta também favorece a produção do líquido sinovial e, consequentemente, favorece as estruturas ósseas e uma articulação mais saudável”.
Além de todos estes benefícios há também, claro, a questão do aumento do gasto energético, o que favorece o emagrecimento. “As variações feitas “indoor”, como o spinning – que é uma variação dos exercícios feitos com bicicleta – é popularmente conhecido por ser muito efetivo para essa perda ou controle do peso. E a mesma força pode ser feita em uma bicicleta normal, com variações de marchas e em um ambiente ao ar livre”, explica Giulliano.
Bicicleta também na terceira idade
Para as pessoa mais velhas o uso da “bike” ajuda também no treino e melhoria do equilíbrio que, com a idade, tende a ficar comprometido. Caso o ciclista já tenha uma idade mais avançada e tenha preocupações quanto à quedas, o uso das bicicletas ergométricas dentro das academias também é uma opção.
“Normalmente este público opta por exercícios feitos dentro d’água, pois há uma grande segurança e menor risco de queda. Mas os exercícios como a hidroginástica, é bom lembrar, são menos intensos também. A bicicleta – mesmo as ergométricas – trazem maiores benefícios para o músculo”, diz Esperança.
No caso dos ossos, os exercícios feitos nas bicicletas – tradicionas ou ergométricas – aumentam o processo de depósito de cálcio das estruturas ósseas. Para os idosos isto é imprescindível, dado a degradação natural dessas estruturas.
Boas memórias e bem estar
A bicicleta também tem um motivador a mais em comparação a outros tipos de atividades físicas: as boas memórias que a maioria das pessoas que tiveram uma bicicleta na infância não apagam jamais. E esta pode ser uma ótima maneira de começar um novo ciclo, trazendo a família para passeios nos finais de semana e na criação de novas memórias afetivas – ligadas a uma atividade saudável – nos filhos.
“Algumas pessoas não fazem exercícios físicos porque não têm uma memória positiva na infância associadas à eles. Muitas vezes até mesmo o inverso, há memórias negativas. Criar momentos de prazer associado a uma atividade como essa é importante para que as crianças levem um hábito saudável por toda a vida. O presente mais importante que se pode dar a uma criança é um momento para se lembrar por toda a vida. Associado a uma melhora na saúde, então, é um presente perfeito como poucos”, aponta Giulliano.
Os passeios de bicicleta em grupos também são uma forma bastante saudável de se socializar com pessoas próximas ou mesmo desconhecidos. Exemplo disso são os grupos formados em diversas cidades para andar de bicicleta durante a noite (os chamados “night bikers”).


Leia mais: http://www.oqueeutenho.com.br/22674/bicicleta-saude-sobre-duas-rodas.html#ixzz2DSLh2YDq


Andar de bicicleta é saudável, relaxante e ajuda a queimar muitas calorias.

Os benefícios deste desporto não deixam margem para dúvidas. As pessoas que andam de bicicleta regularmente poupam muitas visitas ao médico.

Muitas pessoas com problemas como dores de costas, excesso de peso ou doenças cardiovasculares, podiam desfrutar de muitos anos de boa saúde se usassem a bicicleta mais vezes.
Antes de qualquer exercício físico, convém lembrar-se que não se pode começar de repente. Para pedalar, existem várias recomendações. É necessário fazer alongamentos prévios, trabalhando sobretudo os músculos das pernas, os glúteos, a zona lombar e o pescoço durante alguns minutos, como se estivesse a espreguiçar-se.
A cada dia que passa deve aumentar a duração dos alongamentos, tanto para a bicicleta estática como para a bicicleta normal. Se preferir pedalar ao ar livre, não se esqueça que o creme protector (para proteger do sol e do vento), o capacete e o colete reflector são imprescindíveis.
Eis os principais benefícios:

  • As pessoas que andam de bicicleta regularmente são mais resistentes a patologias do foro emocional, como as depressões. Pedalar é um dos melhores antidepressivos;
  • Pedalar reduz o mau colesterol e o risco de enfarte em cerca de 50%;
  • O ciclismo estimula os pequenos músculos das vértebras dorsais, fazendo com que se extendam e comprimam constantemente, melhorando as costas;
  • Com a bicicleta os seus joelhos ficam protegidos, já que mais de 70% do corpo gravita sobre o selim. Para além disso, as coxas e os glúteos endurecem.
  • O exercício físico estimula o sistema imunitário e aumenta o número de glóbulos brancos, ajudando o organismo a defender-se de vírus e bactérias, afastando infecções.
E com o preço quase impossível a que os combustiveis chegaram, começa a fazer sentido utilizarmos a bicicleta, nem que seja dentro da cidade. Para além de ser um exercício saudável, permite uma poupança significativa, já que é o meio de transporte mais económico, sobretudo em comparação com o automóvel. 

Plano para andar de bicicleta
O ideal seria arranjar, pelo menos, três horas por semana para andar de bicicleta. De acordo com os especialistas, os benefícios deste desporto começam a ser visíveis depois dos primeiros 20 minutos a pedalar. Quanto mais tempo dedicar à bicicleta, mais vantagens acumula!

Os resultados que consegue, se pedalar durante:
  • 10 minutos – Melhoria articular
  • 20 minutos – Reforço do sistema imunitário
  • 30 minutos ­– Melhorias a nível cardiovascular
  • 40 minutos – Aumento da capacidade respiratória
  • 50 minutos – Aceleração do metabolismo
  • 60 minutos – Controlo de peso e acção anti-stress 
Obs.: Antes de fazer qualquer tipo de exercício físico procure orientações do seu médico.

 
Andar de bicicleta beneficia o sistema cardiovascular e respiratório, disto ninguém tem dúvida. Entretanto é bom lembrar os outros ganhos com este tipo de exercício: o uso da bicicleta para movimentar o corpo trabalha toda a musculatura inferior do corpo”, explica Giulliano Esperança, personal trainer e wellness manager.
“Mas ao contrário da corrida onde há o impacto no solo”, completa o especialista, “o ciclista acaba mais protegido quanto aos possíveis problemas que possam comprometer sua estrutura músculo-esquelética. O trabalho de força utilizado e os movimentos mecânicos usados para movimentar a bicicleta também favorece a produção do líquido sinovial e, consequentemente, favorece as estruturas ósseas e uma articulação mais saudável”.
Além de todos estes benefícios há também, claro, a questão do aumento do gasto energético, o que favorece o emagrecimento. “As variações feitas “indoor”, como o spinning – que é uma variação dos exercícios feitos com bicicleta – é popularmente conhecido por ser muito efetivo para essa perda ou controle do peso. E a mesma força pode ser feita em uma bicicleta normal, com variações de marchas e em um ambiente ao ar livre”, explica Giulliano.
Bicicleta também na terceira idade
Para as pessoa mais velhas o uso da “bike” ajuda também no treino e melhoria do equilíbrio que, com a idade, tende a ficar comprometido. Caso o ciclista já tenha uma idade mais avançada e tenha preocupações quanto à quedas, o uso das bicicletas ergométricas dentro das academias também é uma opção.
“Normalmente este público opta por exercícios feitos dentro d’água, pois há uma grande segurança e menor risco de queda. Mas os exercícios como a hidroginástica, é bom lembrar, são menos intensos também. A bicicleta – mesmo as ergométricas – trazem maiores benefícios para o músculo”, diz Esperança.
No caso dos ossos, os exercícios feitos nas bicicletas – tradicionas ou ergométricas – aumentam o processo de depósito de cálcio das estruturas ósseas. Para os idosos isto é imprescindível, dado a degradação natural dessas estruturas.
Boas memórias e bem estar
A bicicleta também tem um motivador a mais em comparação a outros tipos de atividades físicas: as boas memórias que a maioria das pessoas que tiveram uma bicicleta na infância não apagam jamais. E esta pode ser uma ótima maneira de começar um novo ciclo, trazendo a família para passeios nos finais de semana e na criação de novas memórias afetivas – ligadas a uma atividade saudável – nos filhos.
“Algumas pessoas não fazem exercícios físicos porque não têm uma memória positiva na infância associadas à eles. Muitas vezes até mesmo o inverso, há memórias negativas. Criar momentos de prazer associado a uma atividade como essa é importante para que as crianças levem um hábito saudável por toda a vida. O presente mais importante que se pode dar a uma criança é um momento para se lembrar por toda a vida. Associado a uma melhora na saúde, então, é um presente perfeito como poucos”, aponta Giulliano.
Os passeios de bicicleta em grupos também são uma forma bastante saudável de se socializar com pessoas próximas ou mesmo desconhecidos. Exemplo disso são os grupos formados em diversas cidades para andar de bicicleta durante a noite (os chamados “night bikers”).


Leia mais: http://www.oqueeutenho.com.br/22674/bicicleta-saude-sobre-duas-rodas.html#ixzz2DSLh2YDq

segunda-feira, 26 de novembro de 2012

1 DE DEZEMBRO - CAMPANHA - DIA MUNDIAL DE LUTA CONTRA AIDS

1 DE DEZEMBRO - CAMPANHA - DIA MUNDIAL DE LUTA CONTRA AIDS

No próximo dia 1 de dezembro acontecerá mais uma edição da CAMPANHA FIQUE SABENDO no Dia Mundial de Prevenção e Luta Contra AIDS onde serão realizados testes anti-HIV e para sífilis. Esta edição contaremos com a novidade do Teste Rápido para Hepatite B e C.
Dia: 01 de dezembro de 2012.
Horário: Das 08 hs as 17 hs.
Local: Clínica da Família Felippe Cardoso.

sexta-feira, 23 de novembro de 2012

GRAVIDEZ, CUIDADO PRÉ NATAL E SAÚDE BUCAL

GRAVIDEZ, CUIDADO PRÉ NATAL E SAÚDE BUCAL

Durante a gestação, seus dentes e gengivas precisam de cuidados especiais.

 A saúde bucal pode afetar a gravidez?

Há cada vez mais evidências sugerindo a existência de uma relação entre as enfermidades gengivais e os nascimentos prematuros, e de bebês que nascem com peso abaixo do normal. As gestantes portadoras de enfermidades gengivais têm maior propensão a dar à luz a bebês prematuros e abaixo do peso normal.
Outros estudos devem ainda ser feitos para que se estabeleça de que maneira as enfermidades gengivais afetam a gestação. Parece que essas doenças aumentam os níveis dos fluidos biológicos que estimulam o trabalho de parto. Os dados também sugerem que quando uma enfermidade gengival piora durante a gravidez, o risco de o bebê nascer prematuro aumenta.

Que posso fazer para garantir uma gravidez saudável?
O melhor conselho que se pode dar a uma mulher que está pensando em engravidar é ir ao dentista e resolver todos os problemas bucais, antes de ficar grávida.
Durante a gestação, seus dentes e gengivas precisam de cuidados especiais. Uma higiene bucal adequada, o uso diário do fio dental, uma alimentação equilibrada e visitas periódicas ao dentista são medidas que ajudam a reduzir os problemas dentários que acompanham a gestação.

Que problemas orais podem ocorrer durante a gravidez?
Os estudos revelam que um grande número de mulheres tem gengivite durante a gravidez, com acúmulo de placa bacteriana que se deposita nos dentes irritando a gengiva.
Mantendo seus dentes sempre limpos, especialmente na região do colo dentário, área em que a gengiva e os dentes se encontram, você pode reduzir significativamente ou até evitar a gengivite durante a gravidez. E além disso, você pode ajudar ainda mais a saúde de seus dentes, substituindo os doces por alimentos integrais tais como queijo, verduras e frutas frescas.

O que posso esperar de uma consulta com o dentista durante meu período de gravidez?
Em primeiro lugar, não deixe de informar o dentista que você está grávida. É melhor marcar uma consulta entre o quarto e sexto mês de gravidez, porque os três primeiros meses são os mais importantes no desenvolvimento da criança. No último trimestre da gravidez, o estresse associado com a consulta ao dentista pode aumentar a incidência de complicações pré-natais.
Na maior parte dos casos, radiografias, anestésicos dentais, medicação contra a dor e antibióticos (especialmente a tetraciclina) não são receitados durante o primeiro trimestre da gravidez, a não ser que sejam absolutamente necessários. Além disso, sentar-se em uma cadeira de dentista nos últimos três meses da gestação pode ser algo muito desconfortável. Há também evidências de que as gestantes podem ser mais suscetíveis à náusea. Mas, não se preocupe, pois seu dentista está preparado para ajudá-la nesta situação.
Se precisar fazer uma consulta de emergência, avise o consultório, antes de chegar lá, que você está grávida. Informe a respeito de qualquer tensão que estiver sofrendo, abortos naturais anteriores e medicamentos que esteja tomando. Tudo isso pode influenciar a forma pela qual seu dentista vai atendê-la e tratá-la. É bem provável que seu dentista entre em contato com seu médico, antes de iniciar qualquer tratamento.

 Fonte: Site IG

 

PROCESSO SELETIVO PARA TRABALHAR COMO ACS NAS UNIDADES DE SAÚDE DE MANGUINHOS - INSCRIÇÕES ATÉ 26 DE NOVEMBRO

PROCESSO SELETIVO PARA TRABALHAR COMO ACS NAS UNIDADES DE SAÚDE DE MANGUINHOS - INSCRIÇÕES ATÉ 26 DE NOVEMBRO

ÓTIMA OPORTUNIDADE PARA TRABALHAR NA ESTRATÉGIA DE SAÚDE DA FAMÍLIA COMO AGENTE COMUNITÁRIO DE SAÚDE !

 

 As inscrições estarão abertas de 19 a 26/11 para inscrições via internet. Para maiores informações acessar arquivo em anexo.
 

TV CULTURA REALIZA REPORTAGEM NO CRO DA CLÍNICA DA FAMÍLIA FELIPPE CARDOSO

TV CULTURA REALIZA REPORTAGEM NO CRO DA CLÍNICA DA FAMÍLIA FELIPPE CARDOSO

Nesta quinta, 22 de novembro, a equipe de reportagem da TV Cultura, esteve na Clínica da Família Felippe Cardoso, com o objetivo de realizar uma matéria com os profissionais e usuários do Centro de Referência de Obesidade - CRO.
O médico responsável, o endocrinologista, Dr. Charbel, recebeu a equipe de jornalistas e com o auxílio de um cliente detalhou como é realizado o atendimento ao público alvo do CRO e explicou como é realizado o acolhimento pela equipe  multiprofissional do CRO: 
- Psicóloga - Sonia Eduardo;
- Nutricionista - Carolina Oliveira;
- Enfermeiro - Fábio;
- Educador Físico -  Phillipe Augusto.
Foi destacado que em  todas as etapas,  a população com problemas sérios de obesidade, está sendo acolhida, tratada e com perspectiva de uma vida mais saudável e com qualidade de vida.








GRUPO DE TABAGISMO DA CF FELIPPE CARDOSO - ADESÃO TOTAL!

GRUPO DE TABAGISMO DA CF FELIPPE CARDOSO - ADESÃO TOTAL!

Nesta tarde, 22 de novembro, o médico de família, Dr. Moisés Nunes, mediou o encontro com os participantes do Grupo de Tabagismo.
São usuários de todas as equipes que participam de encontros semanais onde recebem orientações, conversam sobre as dificuldades enfrentadas e mediante a história de cada um são incentivados sobre a importância de permanecerem no grupo a fim de superarem o vício do tabaco.
Ao final, após avaliação do médico, alguns recebem a medicação Niquitim - adesivos transdérmicos, que auxilia no tratamento.

 





 


PROFISSIONAIS DA ENFERMAGEM PARTICIPAM DE TREINAMENTO BLS - BASIC LIFE SUPPORT

PROFISSIONAIS DA ENFERMAGEM PARTICIPAM DE TREINAMENTO BLS - BASIC LIFE SUPPORT

Ocorreu na tarde desta quinta, 22 de novembro, o treinamento de Basic Life Support - BLS, para os técnicos de enfermagem da Clínica da Família Felippe Cardoso.
 
O equipamento ficará na sala de procedimentos da unidade e estará de stand by para qualquer emergência. 
 
Foram feitas simulações onde todos participaram e tiraram suas dúvidas.

















quarta-feira, 14 de novembro de 2012

DIA MUNDIAL DO DIABETES - 14 DE NOVEMBRO

DIA MUNDIAL DO DIABETES - 14 DE NOVEMBRO

Dia 14 de novembro é o Dia Mundial do Diabetes – 150 países, inclusive o Brasil, estão realizando ações para conscientizar as pessoas sobre a importância desta doença que tem atingido cada vez mais jovens. Eles são, inclusive, o tema da campanha desse ano, uma vez que mais de 200 crianças desenvolvem diabetes a cada dia. Os números são mesmo alarmantes: segundo estimativa recente da International Diabetes Federation (IDF) há cerca de 250 milhões de diabéticos (adultos, jovens e crianças) no mundo. Em 2025, este número deve chegar a 380 milhões. Só no Brasil, são contabilizados 11 milhões de portadores da doença, considerada uma das principais causas de mortalidade no mundo – quase quatro milhões morrem, a cada ano, devido às complicações do diabetes não controlado. Por isso, a detecção precoce da doença é vital.
 O diabetes se caracteriza pela ausência (diabetes tipo I) ou pela irregularidade (diabetes tipo II) da produção de insulina pelo pâncreas, um hormônio que permite o aproveitamento, pelas células, da glicose (açúcar) contida nos alimentos, transformada então em energia para o organismo desempenhar suas funções. Se a glicose não é absorvida, começa a ser acumulada na corrente sanguínea, gerando a hiperglicemia – taxa alta de açúcar no sangue – que pode causar muitos problemas de saúde, como nefropatia (doença renal), cegueira e doenças do aparelho cardiovascular (infarto e acidente vascular cerebral, por exemplo).

O diabetes tipo I está relacionado à genética, à história familiar, e acomete muitos jovens. Já o tipo II é o mais comum, respondendo por mais de 90% dos casos da doença, e atinge pessoas geralmente acima dos 40 anos. “A genética também é uma causa importante, mas o diabetes tipo II está intimamente associado ao estilo de vida moderno. O sedentarismo, os maus hábitos alimentares e a obesidade são fatores fortíssimos que predispõem o aparecimento deste tipo de diabetes.

PROGRAMA DE RESIDÊNCIA EM MEDICINA DE FAMÍLIA E COMUNIDADE DA SMSDC/RJ

PROGRAMA DE RESIDÊNCIA EM MEDICINA DE FAMÍLIA E COMUNIDADE DA SMSDC/RJ


O Programa de Residência em Medicina de Família e Comunidade da SMSDC - Rio de Janeiro, iniciado em março deste ano, segue a recomendação da Sociedade Brasileira de Medicina da Família e Comunidade - SBMFC e da Comissão Nacional de residências Médicas - CNRM, garantindo um espaço teórico de 6 horas semanais divididos em:
- 2 horas/semana de estudos de casos e 3 horas/semana de discussão de temas clínicos e da especialidade nas Clínicas da Família;
- mini congressos de 12 horas e/ou oficinas de capacitação nos mais diversos temas pertinentes a Medicina Familiar e Comunidade a cada três meses realizados nos Observatórios de Tecnologia de Informação em Saúde - OTICS, espaços projetados para a realização de aulas e atividades teóricas que contam com todas as facilidades de multimídia e vídeo conferência.

PRECEPTORES QUALIFICADOS
- Os preceptores são a maior riqueza do Programa de Residência em Medicina de Família e Comunidade da SMSDC-RJ.
A equipe de preceptores é composta por médicos com excelente nível de formação e experiência em diversos Programas de Residência em MFC nacionais.
esse corpo de profissionais é responsável pelo conteúdo teórico do Programa e atua como facilitador das discussões de casos clínicos em serviço quanto na condução dos módulos teóricos.
Na Clínica da Família Felippe Cardoso, há 8 médicos residentes:
- Vinícius Ladeira, Andréia Regina, Michele Souza, Ana Paula Moliterno, Mário Rogério,Daniela Rafael, Suzan Maiato e Luis Carlos Novais.
Temos também, 5 preceptores:
- Melanie Nöel, Leonardo Graever, Pedro Pita, Moisés Nunes e Alfredo Neto.
Todos integrados com a Coordenação da COREME, representada na CF Felippe Cardoso, por Fabiana França e Vanusa Leivas.









terça-feira, 13 de novembro de 2012

UFRJ PARCEIRA DA CLÍNICA DA FAMÍLIA FELIPPE CARDOSO

UFRJ PARCEIRA DA CLÍNICA DA FAMÍLIA FELIPPE CARDOSO


Os profissionais da Clínica da Família Felippe Cardoso, já acostumaram-se com a presença diária dos estagiários (as) da Escola de Enfermagem Anna Nery.
Auxiliando e atuando em todas as equipes eles estão em todos os setores da unidade. Vale destacar a presença dos docentes, sempre atentos na supervisão desses futuros profissionais de saúde.
A OTICS é o espaço do encontro, do estudo, das reuniões e trabalho em grupo.


           

professora Raquel Figueiró e seus alunos


segunda-feira, 12 de novembro de 2012

DOR: FOI O ASSUNTO DO GRUPO DA EQUIPE CASCATINHA HOJE

DOR: FOI O ASSUNTO DO GRUPO DA EQUIPE CASCATINHA HOJE

Dr. Miller - fisioterapeuta dando orientações.
Hoje, 12 de novembro a Equipe Cascatinha reuniu um grupo de pessoas que reclamam de dores. Dra. Ana Paula - médica, Dr. Moises - médico e o fisioterapeuta Dr. Miller falaram sobre o que é dor e deram orientações a essa pessoas.

A dor é uma sensação ruim que sentimos quando algo de errado está acontecendo com o nosso corpo. Por meio de células especiais chamadas de nociceptores, a dor é detectada e transmitida através de fibras nervosas até o SNC (sistema nervoso central). Para que os nociceptores sejam ativados, eles precisam ser estimulados, e esses estímulos podem ser elétricos, químicos, térmicos ou mecânicos. Em todas as partes de nosso corpo existem nociceptores, mas em nosso cérebro não há nenhum.
O nosso cérebro não é capaz de sentir dor. A explicação para isso seria que o nosso cérebro é um órgão fundamental para a vida do organismo, e que a sensação de dor poderia levá-lo à morte. A membrana que recobre o cérebro (meninge) é repleta de nociceptores, e ela sim é capaz de sentir dor.
Podemos classificar as dores como:
  • Aguda → manifesta-se por um período de tempo curto, menos de 1 mês, e é facilmente identificada. Funciona para o corpo como um sinal de alerta para inflamações, lesões, doenças, como cólicas menstruais e extração de dentes.
     
  • Crônica → manifesta-se por um período de tempo muito longo, mais de 3 meses, e pode debilitar, exigindo maior atenção por parte de quem a está sentindo. Artrite, gota, câncer são exemplos de doenças que causam esse tipo de dor.
     
  • Cutâneas → localizadas e de curta duração, como queimaduras de primeiro grau e cortes superficiais.
     
  • Somática → tem origem em ligamentos, ossos, tendões. Essas regiões não possuem muitos nociceptores, o que gera uma dor mal localizada e de longa duração. Por exemplo: braço quebrado, torsão no tornozelo.
     
  • Visceral → localizada em órgãos e cavidades internas do corpo, e que possuem poucos nociceptores. Sensação intensa de dor, mas difícil de localizar. Muitas vezes o paciente sente dores em regiões totalmente diferentes do verdadeiro local da lesão. No ataque cardíaco a pessoa pode sentir dores nos ombros, estômago, braços, por exemplo.
Sra. Marlene (blusa amarela) sente dores no joelho

Sra. Maria José também com dores no joelho.

Ao fundo Dr. Moisés.

GRUPO SAÚDE DA CRIANÇA - EQUIPE IRMÃ PAULA

GRUPO SAÚDE DA CRIANÇA - EQUIPE IRMÃ PAULA

Grupo Saúde da Criança Equipe Irmã Paula. dia 07/11/2012.
O grupo foi iniciado com Dr. Lucas e a enfermeira Sheila falando com os responsaveis sobre PSF (Programa de Saúde da Família), prevenção e segurança doméstica, informando quais os cuidados que devem se ter com as crianças. 
Foi também, informado que o local da casa mais perigoso para as crianças é a cozinha.
Com ajuda dos acs foram verificados os cartões de vacina. 
Os responsáveis obtiveram informações sobre alimentação saudável e foram distribuído frutas para as crianças degustarem.
Houve avaliação do desenvolvimento físico de cada criança.
O evento encerrou-se com esclarecimento das dúvidas dos responsáveis.
Grupos como esse são realizados também nas escolas e creches da região, com grande apoio da direção e dos professores.




sábado, 10 de novembro de 2012

FELIPPE CARDOSO ABRE AS PORTAS PARA CAMPANHA SÁBADO DA PREVENÇÃO

FELIPPE CARDOSO ABRE AS PORTAS PARA CAMPANHA SÁBADO DA PREVENÇÃO

A Clinica da Família da Família Felippe Cardoso abriu as suas portas, hoje (10 de novembro) as 8 horas para receber as pessoas interessadas na Campanha Carioca de Prevenção - Fique Sabendo.
Muitas pessoas da comunidade vieram participar dessa Campanha e obter maiores informações sobre PREVENÇÃO.
O Ministério da Saúde vem mobilizando várias campanhas no intuito da população se mobilizar através da prevenção com exames preventivos.
Está sendo realizado os seguintes exames:
Teste de HIV / Aids e sífilis,
Vacinação contra Hepatite B,
Exame Preventivo ginecológico e outras atividades.
A Campanha está sendo realizada e permanecerá até as 17 horas.
Obs.: Assistam o Vídeo com orientações sobre Preventivo Ginecológico no final dessa página.

Usuária fazendo o Cartão do SUS.
Sra. Nilcinéia fez o seu cartão do SUS.

Acolhimento dando informações sobre Preventivo.

Aguardando o vez.

... equipe Caracol.
Sra. Viviane  recebendo orientações antes de faze o seu Preventivo.


Agentes cadastrando as pessoas para fazer Teste de HIV / Aids e Sífilis.


Coleta de sangue.

Técnica de enfermagem colhendo material.


Adesivando o material.


Sra. Nilcinéia recebendo orientações da Dra. Ana Paula Moliterno antes da coleta de Preventivo.






Infográfico

12 Grupos de Saúde
em nossa unidade.
2,450,000 Metros Quadrados
é o tamanho da nossa área de abrangência.
28.876 Usuários
beneficiados por nossa unidade.

Como eu Faço

Como eu Faço
Visita domiciliar, acolhimento e atividades de grupo
Vai Acontecer
Grupos e ações promovidos pela unidade que irão acontecer.
Conheça esta história
História contada por um ACS
Saúde nas Escolas
Integração com as escolas e creches locais.
Protagonismo Juvenil
Grupo de adolescentes que apóiam as ações de promoção da saúde existentes na unidade.
Integração
Saúde da Família e Vigilância em Saúde.
Integração
Ensino-Serviço-Comunidade
Academia Carioca
Atividade física diária pode mudar sua vida.

Contato

Fale Conosco

Entre em contato com nossa unidade, fale com nossos profissionais e tire suas dúvidas quanto aos nossos programas

Endereço

Av. Nossa Senhora da Penha, 42 - Penha - Rio de Janeiro - RJ

Funcionamento

Segunda-feira a Sexta-feira das 07h às 19h | Sábado das 08h às 12h

Telefones

(21) 3977-7661 / (21) 98464-0393

Tecnologia do Blogger.

Seguidores

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...